Guaritas: Como dar segurança e conforto ao seu porteiro

Entre quatro paredes
O que é necessário em guaritas e portarias para dar segurança e conforto ao porteiro
escrito por: Bruno Rashael Müller

 

 

É preciso que a guarita esteja instalada em um local com visibilidade total das principais entradas

Um serviço que exige agilidade e segurança por natureza, é comumente subestimado devido ao pouco tempo que passamos nas portarias e guaritas de prédios. Liberar moradores, funcionários e prestadores de serviço é uma grande responsabilidade, pois envolve o fluxo dos mais variados tipos de pessoas. À noite, então, a atenção deve ser redobrada.

Para pleno desempenho e conforto dos funcionários, é necessário se ter uma preocupação com a guarita e a portaria. Pensando nisso, separamos algumas dicas sobre os principais itens do segmento.

Guaritas

É preciso que a guarita esteja instalada em um local com visibilidade total das principais entradas. A iluminação deve ser bem preparada, para que o prestador de serviço possa identificar quem está na entrada do prédio.

“O tamanho da guarita deve levar em consideração a quantidade de pessoas que lá trabalham, assim como a sua utilização, posicionar corretamente os equipamentos ali instalados”

Conta o especialista em segurança Perseu Iuata Costa.

“O monitor, por exemplo, deverá ter uma distância de aproximadamente 80 a 100 cm (centímetros) do rosto. Deve haver também um assento ergonômico, uma bancada para apoiar equipamentos e ventilação adequada ao espaço.”

Os vidros devem possuir característica de não possibilitar a visão de fora para dentro, assim como um opcional de blindagem.

Conforto

Ficar trancado num espaço pequeno não é fácil. A guarita precisa ser arejada, pois locais abafados provocam mais sonolência.

“Outra medida é a compra de uma cadeira adequada”

“O assento deve possuir regulagem de altura e estar condizente com a altura da bancada, além de apoio para os braços. Deve ser feita também uma verificação constante deste equipamento, a fim de evitar eventuais ausências dos profissionais por dores.”

Um bebedouro também é fundamental para que o funcionário se mantenha hidratado, sobretudo em dias quentes.

Banheiro

Embora não exista nenhuma norma obrigando a instalação de banheiro dentro da guarita, é recomendável que exista um caso o condomínio trabalhe com um único profissional na portaria, por turno.

“Além de reduzir o tempo para sair e entrar do condomínio, também evita a exposição do profissional no período noturno”

Diz Costa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *